Famalicão interessado no regresso de jovens qualificados

17 Janeiro 2018 ' Quarta-feira

Dois terços dos jovens emigrantes portugueses, das dezenas de milhar que emigraram nos últimos anos, estão motivados e empenhados em regressar a Portugal. Um terço dos que não tencionam regressar quer trabalhar em rede com Portugal. A conclusão resulta de um inquérito desenvolvido pela Associação Empresarial de Portugal (AEP) junto dos jovens da diáspora e foram dados a conhecer ontem, 16 de janeiro, em Vila Nova de Famalicão, pelo Presidente da Associação Empresarial de Portugal, Paulo Nunes de Almeida, no decurso de um debate público sobre a internacionalização e a diáspora e que culminou com a assinatura do protocolo “Empreender 2020 – Regresso de uma Geração Preparada” entre a AEP e o município famalicense no âmbito do projeto Famalicão Made IN. 

 

Ler mais...