Fundação AEP quer regresso de jovens emigrantes para qualificar empresas nacionais

13 Setembro 2017 ' Quarta-feira

Em declarações à Lusa, o presidente da Fundação AEP, Paulo Nunes de Almeida, explicou que a iniciativa se dirige a "jovens altamente qualificados", com licenciaturas, mestrados e doutoramentos, considerando tratar-se de um "projeto estruturante para o país tendo em conta não só os problemas demográficos [...] que se vão acentuar no futuro, mas também porque hoje há falta de jovens qualificados".

Esta falta de jovens qualificados verifica-se "não só para o início de novos negócios, inovadores e em áreas de futuro", mas também em "empresas portuguesas que hoje também já perceberam que é através da inovação e dos recursos humanos qualificados que podem competir no mercado global", observou Paulo Nunes de Almeida.

 

ler mais...