A maioria dos jovens inquiridos neste estudo promovido pela Fundação AEP querem regressar a Portugal no prazo de três anos.

23 Março 2017 ' Quinta-feira

Um estudo promovido pela Fundação AEP mostra que 70% dos jovens portugueses qualificados que emigraram nos últimos anos querem regressar a Portugal. Apesar dos resultados completos deste estudo só serem divulgados em abril, a Fundação AEP adiantou hoje em comunicado alguns resultados preliminares deste inquérito. E há alguns dados que saltam à vista.

O mais revelante prende-se com o facto da maioria dos jovens qualificados que deixaram o país nos últimos anos querem regressar. Sendo que 60% dos jovens inquiridos pretende regressar a Portugal dentro de três anos. Já 40% dos inquiridos apenas prevê voltar ao país numa perspetiva de médio prazo (mais de cinco anos).

Os dados que compõem este trabalho fazem parte de um inquérito que está a ser realizado há já alguns meses junto da comunidade portuguesa, com particular incidência nos países europeus e está a ser elaborado por uma equipa de consultores do Grupo CH e do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra.

O objetivo deste inquérito é traçar o retrato dos jovens emigrantes portugueses: “O projeto da Fundação AEP visa “dar voz” aos nossos jovens emigrantes, indagando, pela primeira vez, onde estão, quem são e o que querem aqueles portugueses”, explica a fundação em comunicado, adiantando ainda que o mesmo estudo “parte do princípio que a situação pode ser até encarada como uma mais-valia para a internacionalização da economia portuguesa”.

 

Disponível em:

https://www.dinheirovivo.pt/economia/70-dos-jovens-que-emigraram-querem-regressar/